[pt] O início do fim da communicacao público no Brasil

Maio 2016: num dos seus primeiros atos como presidente interino do Brasil, Michel Temer exonerou o jornalista Ricardo Mello, que estava no comando da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a cadeia publica de rádio e TV no Brasil. Juridicamente foi uma manobra muito duvidosa, confirmada posteriormente por mudanças no próprio estatuto da EBC. Além disso, por decreto presidencial, Temer também extinguiu o Conselho Curador que garantia a independência politica da mídia pública no país.
A EBC que foi criada em 2007 como uma empresa pública de comunicação, com autonomia de programação e conteúdo, agora se reconstrói como uma emissora estatal com menos autonomia e recursos. Nesse contexto, Iara Moura, do coletivo Intervozes, realizou um estudo internacional para analisar bem as diferenças entre mídia estatal e mídia pública – uma distinção fundamental para entender os conceitos de comunicação. Iara participou do +1C@fé deste mês e esclareceu o que está em jogo na comunicação pública no Brasil.

Download: mp3 | ogg

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *